A dificuldade em passar no Vestibular 2016 está mais ligada ao número de vagas ofertadas do que propriamente na resolução das provas e, atualmente, o número de faculdades é muito maior do que há alguns anos, dando opções diferenciadas para os vestibulandos: caso não passe numa faculdade, poderá passar em outra.

O aluno que, em sua formação de nível médio, aprendeu a selecionar informações, relacionar essas informações, estabelecer hipóteses, desenvolver o raciocínio lógico e comunicar com clareza, ou seja, que aprendeu a pensar, poderá passar tranquilamente me qualquer vestibular.

O vestibular exige que o aluno, além de mostrar o conhecimento sobre as matérias do ensino médio, também saiba se posicionar com relação às informações que recebeu durante a vida escolar, e isso fica patente com a metodologia aplicada no Enem – Exame Nacional de Ensino Médio, que é a porta de entrada para a maior parte das faculdades no Brasil.

Com o Enem, o aluno deve mostrar que sabe fazer o inter-relacionamento entre as matérias aprendidas, ligando os pontos e conseguindo a conclusão necessária. Assim, quando consegue pensar, consegue responder facilmente as questões apresentadas, conseguindo os pontos necessários para se candidatar a uma vaga em qualquer das faculdades que as oferecem através do Enem.

O ponto forte, no entanto, termina sempre na redação. É onde o aluno pode mostrar que realmente aprendeu a colocar as ideias com clareza, mostrando sua relação com o conhecimento e conseguindo se expressar de maneira clara e direta.

A redação permite que os examinadores possam também detectar os problemas apresentados durante o ensino médio, ou as dificuldades por que um aluno passou para entender as matérias.

Sem receitas para passar no Vestibular

Não existe uma receita específica para passar no Vestibular. O aluno, como dissemos, só precisa saber pensar, encontrar os meios para chegar a uma conclusão, usar de raciocínio lógico para interpretar e responder corretamente às questões. O exame Vestibular, em síntese, busca verificar alguns pontos básicos;

  • Saber o quanto o aluno aprendeu durante sua estadia no ensino médio e como está dominando o conhecimento que adquiriu;
  • Fazer a avaliação do candidato e seu potencial, com vistas ao curso superior que pretende fazer;
  • Encontrar meios de melhorar o ensino médio e fazer com que os alunos tenham sempre melhor aproveitamento.

Contudo, como dissemos anteriormente, a única diferença que existe entre os vestibulares é apenas a concorrência. E podemos exemplificar de uma maneira bastante simples: se uma universidade federal ou estadual oferece um curso com um determinado número de vagas e uma particular faz o mesmo, é evidente que os candidatos darão preferência à faculdade pública, criando uma concorrência maior do que na faculdade particular

Assim, a faculdade pública irá conseguir os melhores alunos, aqueles melhor preparados. Assim, é natural que os vestibulares das faculdades públicas tenham um teor mais complicado, exigindo um pouco mais dos candidatos, mas nada que possa fugir daquilo que um candidato provindo do ensino médio não saiba.

A faculdade particular, por seu lado, por ser paga, fará exatamente o oposto, ou seja, irá aplicar uma prova de vestibular mais fácil, dentro da média que já conhece, procurando buscar mais alunos, já que é dessas mensalidades que ela sobrevive. Então, embora tenha menos concorrência e aplique uma prova de vestibular com teor menos complicado, dará chance a um maior número de pessoas de entrar em um curso de nível superior.

Simples questão de lógica.

Então, em vez de pensar que uma prova de vestibular possa ser difícil, pense primeiro em como você pode aprender para passar no Vestibular, conheça suas habilidades e seu potencial, busque mais conhecimentos do que aquele que teve no ensino médio e pratique, pratique muito.

Principalmente os simulados, que mostram como são, de uma maneira geral, as provas de vestibulares e que não trazem muitas alterações ao longo dos anos, a não ser em matérias que possibilitem sua atualização.

Encontre o seu meio de estudar e veja que não é difícil passar no Vestibular.

One Reply to “É difícil passar no Vestibular?”

  1. Eu vou fazer o Enem,mas também quero fazer vestibular, só não entendi uma coisa !
    Se eu preferir fazer faculdade particular,e passando na prova do vestibular eu tenho direito a pagar só a metade na faculdade ou tenho q pagar tudo ???

Deixe uma resposta para Helen Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *