Como cuidar dos dentes com cárie

Cáries são lesões estruturais nos dentes causadas por bactérias e que levam a deterioração do local afetado. Pela estimativa, todo o individuo eventualmente apresentará o problema em alguma época de sua vida, e a melhor forma para fazer a prevenção é ter um cuidado especial com a sua higiene bucal.

O estilo de vida da pessoa também pode influir muito, pensando nisso, preparamos um artigo que visa instruir você no tratamento dos dentes cariados, seja buscando o auxílio profissional, ou mesmo com algumas ações simples em casa.

É interessante que você busque analisar alguns sintomas para identificar que o seu dente está com cárie, dentre eles:

– Sensibilidade ou dores nos dentes ao comer algo quentes ou beber gelado.

– Dores durante o processo de mastigação.

– Pontos escuros nos tecidos superiores dos dentes.

– Presença de cavidades (algumas não podem ser vistas a olho nu, nestes casos a recomendação é que você busque visitar o sue dentista de tempos em tempos para que ele possa identificar o problema utilizando recursos odontológicos).

Visitas ao dentista

O período recomendado para que você faça visitas ao seu dentista é de ao menos 2 vezes ao ano. Mas é importante observar que, se você apresenta os sintomas descritos anteriormente e sente que possui cárie, o não espere para marcar uma consulta, dependendo do estágio em que se encontra o problema, o processo para solucioná-lo pode ser simples, e em casos mais extremos, a retirada do dente danificado.

Explique para ele os sintomas que apresentou e onde está sentindo as dores ou excesso de sensibilidade. Através de suas coordenadas, ele poderá identificá-lo como mais facilidade.

As restaurações são recursos utilizados para o enxerto dentário do paciente visando cobrir as cavidades que foram deixadas pela cárie. No geral, este processo é feito após a aplicação do tratamento antibiótico do flúor.

O dentista remove a cárie utilizando uma broca especial, em seguida, ele preenche o buraco que fica com uma resina de porcelana. Este procedimento pode ser feito em até uma consulta, mas dependendo da extensão do problema, a restauração pode durar até duas.

O dente que não pode ser salvo deve ser removido, o paciente pode optar pela colocação de “ponte” para preencher a arcada no local onde aquele danificado foi extraído.

Cuidados caseiros com os seus dentes

Você pode suplementar o seu organismo com as vitaminas A,D e K que são boas aliadas para manter os seus dentes sempre saudáveis e fortes. Especialmente a vitamina A é relacionada ao desenvolvimento dos ossos e pode agir auxiliando na proteção da pele e mucosa.

Já a vitamina D é responsável por oferecer o equilíbrio mineral de seu corpo, também conhecida como antirraquítica e colacalciferol é uma das principais fontes de cálcio de nosso organismo. A vitamina K ajuda no processo de coagulação de nosso sangue, regeneração de tecidos, e regular a pressão arterial.

Além desses suplementos você também pode optar por aqueles que contenham vitamina C, que são indispensáveis pela remineralização de seus dentes.

Alguns alimentos ainda podem “limpar” seus dentes e trazer ao seu organismo nutrientes que irão garantir mais saúde e qualidade de vida, além de uma boa formação dentária. A exemplo, citamos as carnes orgânicas e frutos do mar.

O caldo de mocotó é rico em minerais e vitaminas fortalecendo os ossos de seus dentes, experimente fazê-lo. O mesmo serve para as gorduras saudáveis, como o óleo de coco.

Os processos padrões como: escovar os dentes ao menos 3 vezes ao dia e o uso de fio dental após a escovação já é de praxe. Você também deve evitar alimentos que contenham uma grande quantidade de açúcar como doces e guloseimas em geral, no entanto, ao fazer a ingestão dos mesmos o indicado é que seja após o as refeições como o almoço, por exemplo.

O enxaguante bucal, além de tratar o mau-hálito também é um bom aliado para eliminar as bactérias. Utilize preferencialmente aqueles que possuem flúor em sua constituição.
Área de anexos

Deixe uma resposta

Nome *
E-mail *
Site